Voltar

A semaforização inteligente em Aracajú se da pela substituição dos atuais 148 sinais de trânsito, além da instalação de mais dois, totalizando 150, por equipamentos de alta tecnologia.

Esta alternativa de sinalização permite o alívio no fluxo por contarem com sensores que decidem sobre as indicações aos motoristas de acordo com o tráfego apresentado, levando ao passado as esperas longas e inférteis do atual sistema de temporização.

O intuito deste projeto, elaborado em parceria com a SEMEX, foi levar Aracaju rumo ao exemplo de cidades super desenvolvidas e tecnológicas.

Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira, em entrevista ao portal de comunicação Infonet, “Esse plano de mobilidade talvez seja um dos impactos mais positivos que Aracaju já sentiu na área de modernidade nos últimos anos. Pela primeira vez nós podemos afirmar que a nossa cidade caminha para a inteligência na mobilidade urbana, com a semaforização eletrônica de maneira sincronizada por tráfego e não por tempo. Além disso, o transporte público será priorizado, agilizando e melhorando a vida dos que utilizam deste serviço. Por fim, uma sala de controle funcionará na SMTT para os semáforos possam ser modificados remotamente de acordo com cada situação”.

De acordo com o portal de notícias da SMT, com a instalação de semáforos inteligentes faz com que o tempo de espera nos cruzamentos da região seja reduzido, passando da classificação F (mais de 60 segundos de espera) para a classificação E (15 segundos).

Essa redução do tempo garantiu mais fluidez à via, e uma consequente melhora na mobilidade urbana de Aracaju.

O software instalado na estrutura do semáforo recebe painéis de controles variados, controles de agentes, abertura de informações para comunidade e outras diversas ferramentas. Além disso, o novo sistema deve melhorar as condições de segurança para o deslocamento de pedestres e pessoas com deficiência, pois terá botoeiras para atender os transeuntes e sonorização para a questão de acessibilidade.